EVENTOS DA HOLANDA NO BRASIL
 

NOVIDADES

Agora você pode fazer o pedido dos dicionários:
Holandês/Português
Potuguês/Holandês
Os dicionários são da Editora Prisma.
Entre em contato
conosco e reserve o seu.

.................................................

Esta novidade é para você que já está de malas prontas para viajar.
Temos para você a opção do curso de Holandês intensivo com duração de apenas três meses, onde você aprenderá a estrutura gramatical que servirá como base para o seu aprendizado da língua na Holanda.

saiba mais...

PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS

Lecionamos aulas de português para estrangeiros com um método facíl e interativo.

CONECTIVIDADE


Os professores da Multiple Choice são fluentes nos idiomas, Potuguês, Inglês e Holandês possibilitando ao aluno receber as aulas no idioma que mais lhe for convêniente, proporcionando o aprendizado de um idioma e ao mesmo tempo treinando outro idioma já dominado
.

LINKS DE INTERESSE
 


EXPERIÊNCIAS

“Meu nome é Celine Oliveira, sou de São Paulo, tenho 27 anos e moro na Holanda desde março de 2003. Como Carmen me pediu, escrevo um pouco sobre como são as coisas por aqui. Aí vai: Começando pelo primeiro dia que fui lavar a louça com meu namorado holandês. Comédia: ele tacou todas as louças e talheres dentro da pia, ligou a água quente, jogou um pouco de detergente e com uma escovinha de cabo comprido começou a esfregar as louças e colocá-las de lado. Eu fiquei esperando com o pano de prato até que ele acabasse e começasse a enxagoar as louças, o que nunca aconteceu. Ele riu da minha cara e falou que o sabão seria tirado com o pano de prato. HÃ???
Outra diferença é que eles não almoçam. Comem durante o dia todo pão com queijo, pasta de maionese ou manteiga com chocolate granulado (juro! E é bom!), tomam muito, mas muito café mesmo e só vão jantar lá pelas 6 da tarde. A refeição geralmente é batata cozida, carne de porco (a mais barata por aqui) e algum vegetal, de preferência enlatado. Pode-se tomar uma sopinha antes do jantar e durante o dia junto com os sanduíches. A sobremesa após o jantar é imprescindível! Preferencialmente VLA, que vem a ser um iogurte encorpado ou um mousse iogurtizado (??), com sabores mil.... uma delícia!
Oito da noite é a hora do café. Mas já não foi o dia todo??? Eles tomam café puro, com açucar ou adicionam koffiemelk, que é um leitinho encorpado especial para por no café. Algumas pessoas tomam o café somente com o koffiemelk e sem açúcar, cada um com seu gosto...
Onde moro as lojas fecham entre 5 e 6 da tarde. Após isso só se encontra abertos barzinhos, restaurantes e videolocadoras. Apenas às sextas-feiras as lojas abrem até 9 da noite e cada cidade da Holanda tem o seu esquema, sendo que algumas abrem suas lojas até tarde na quinta, ou na quarta. Sábado o comércio abre no horário normal da semana e domingo... neca de pitibiriba! Se der sorte você acha aberta alguma loja de conveniência dos postos de gasolina, mas normalmente só até às 11 da noite. Os shoppings centers são coisa rara aqui na Holanda. O mais comum mesmo é ir às lojas do centro da cidade. Se chover: paraplu (guarda-chuva)!
Numa loja, não tente falar por cima para fazer só uma perguntinha a um atendente que já está ocupado com alguém. Ele vai te ignorar com classe e você vai ter que esperar o tempo que for necessário para que ele satisfaça aquele cliente. É claro que ele vai fazer o mesmo com você, mas quando a sua vez chegar!
As pessoas aqui estão sempre reclamando do clima e dizendo que estão trabalhando demais. Realmente, começar às 8 da manhã, parar das 10 às 10:30 para um cafezinho, ter que recomeçar e parar de novo para o lanche do meio dia, recomeçar e ter que parar de novo para o lanche das 3 da tarde e aí parar de novo às 4 da tarde para ter que ir para casa... é dose pra leão, né? O mais legal é que as horas de pausa são incluídas nas horas trabalhadas e previstas na agenda. Além disso eles têm sempre três semanas de férias no verão e duas ou três no inverno. Pode-se observar que as empresas têm geralmente mais funcionários do que parecem precisar, mas se algum tira férias, há reposição de pessoal! Bom, né? Assim quem continua trabalhando não tem que trabalhar dobrado!
Eles amam sair de férias como qualquer um. Mandam cartões postais para amigos e família e adoram mostrar fotos e contar das férias que tiveram. Geralmente vão de carro com um trailer acoplado, pois assim podem parar onde quiserem gastando menos.
A maioria da população fuma. É tão engraçado ver como o povo é civilizado. Eles não jogam lixo nas ruas, mas pode-se apreciar um mar de bitucas de cigarro em qualquer parte. Pode-se também comer com odor de tabaco em qualquer restaurante que desejar! Chiquéérrimo!!!
O sistema de saúde é totalmente diferente do Brasil. Aqui todo mundo é obrigado a ter plano de saúde e você conta com os serviços do médico de família. Mas você não escolhe o seu médico. É ele que te aceita ou não caso tenha horário e boa vontade. Mas uma coisa você pode ter certeza: eles nunca tem horário para novos pacientes! Esse médico cuida desde a unha encravada da vovó até da parte genital da mamãe. A família inteira vai no mesmo médico, que deve conhecer um pouco de tudo. Mas ele não vai te encaminhar para fazer exames de laboratório ou a um especialista se você não estiver quase morrendo!
A maioria das mulheres dão a luz a seus bebês em casa com as parteiras que as acompanharam durante a gravidez. As parteiras são formadas nessa profissão e têm total autonomia para decidir se é necessário algum cuidado a mais ou algum exame. Só em casos de problemas graves é que as mães têm que dar a luz num hospital. Até parece o Brasil, onde parto de cesárea virou normal e vice e versa, né?
O holandês não está muito acostumado com o toque. Ele dá um oizinho meio de longe e só vai dar um aperto de mão ou três beijinhos em caso de extrema necessidade e meio a contra-gosto. Mas na hora de andar na rua eles traçam uma linha reta para onde querem ir e se trombarem em você... o problema é seu! Vai ouvir um simpático: 'sorry' e sentir uma dorzinha no braço por uns dois dias.
Os idosos aqui vivem muito, mas parecem ser muito tristes, pois em sua maioria vivem sozinhos. Aliás há muitas pessoas vivendo sozinhas aqui. A maioria quer ter um parceiro, mas não demonstram ou não fazem algo para mudar a situação.
Nas ruas você vê muitos casais, com ou sem filhos. De preferência com. O engraçado é que a maioria dos casais é formado por uma grande mulher (em todos os sentidos e direções) e um magro homem, que pode ser bem alto ou parecer bem pequeno devido as dimensões de sua parceira. Os casais parecem ter filhos quando já mais maduros, então dá a impressão que de que as crianças estão sempre acompanhadas de seus avós.
Os holandeses são muito amistosos. Cumprimentam você na rua, os vizinhos dão bom dia, boa tarde, boa noite, falam do clima e é só. Não passa muito disso mesmo.
Este é o único país que eu conheço onde o cartão de crédito não implacou. Dá gastos ao lojista, dá gastos ao consumidor e só compensa para as empresas de crédito. Resultado: ninguém gostou, ninguém usa, alguns reclamam.... extinto o cartão de crédito e não se fala mais nisso.
Outra coisa: lojas, salões de beleza e academias são modernos e informatizados. Mas não tente achar propaganda na lista telefônica ou na internet. A propaganda é feita no boca a boca ou através de jornais de ofertas que chegam sem parar na caixa do correio de cada casa holandesa quase todos os dias.
Já deu pra perceber que eles são bem econômicos e práticos por aqui. Mas eu acho que isso é para manter uma reserva para a compra de coisinhas para decorar a casa, flores e para ir ao cabeleireiro (que é super caro aqui, diga-se de passagem). Mas compensa, pois as casas parecem casinhas de bonecas com detalhes aqui e ali e bem gezellig (aconchegante). As flores são coisa de outro mundo e aqui comecei a ter vontade de aprender a cuidar delas. Os cabelos das mulheres são o máximo! Cada uma com um corte fashion diferente da outra e cada cor linda! Elas geralmente usam cortes curtos e bem espetados com algum tipo de gel ou pomada que os faz ficar bem loucos e ao mesmo tempo natural. As maquiagens são usadas diariamente desde a faxineira até a executiva. A maioria delas têm olhos azuis e fazem a maquiagem bem bonita, humilhante para uma tupiniquim de olhos castanhos!
É legal para uma brasileira viver num reinado. Todos levam suas vidas como podem e não aspiram crescer muito na vida, pois sabem que a família real vai continuar estando acima de tudo. Todos têm escolaridade e todo tipo de trabalho é respeitado. Metem a boca no governo, mas não ousam dizer que a família real está rolando na grana enquanto o povo paga mais e mais impostos.
Eles não gostam muito dos estrangeiros por não terem uma boa experiência com os turcos e marroquinos que moram aqui. Bergen op Zoom (onde vivo) é uma das cidades com mais estrangeiros que vieram desses países há alguns anos atrás e que se instalaram aqui com suas familias para prover mão de obra após a segunda guerra mundial. Eu acho que eles não se dão muito bem porque as culturas são muito diferentes e não combinam.
De qualquer maneira os holandeses parecem gostar do Brasil e adoram me perguntar o que estou fazendo aqui, há quanto tempo estou na Holanda e amam ver que eu tento falar a língua deles o máximo possível, além de darem risada do meu sotaque e de elogiarem a minha rapidez em aprender. E eu gosto muito de aprender essa língua, pois é difícil, mas faz sentido e soa bonitinha e charmosa!”

Celine Oliveira

Escola de Holandês Multiple Choice
Av.Paulista,2073 - Conjunto Nacional / Horsa - I / Conj.2201- São Paulo - CEP.01311-940
fone/fax: (11-3262-0633) / admin@multiplechoice.com.br